O USO DA BANDEIRINHA NA LIDA RACIONAL

Você conhece o benefício deste acessório?

Bovinos se comportam de acordo com os estímulos impostos sobre eles e para uma boa condução podemos utilizar as bandeirinhas que se entende como um extensor do braço orientando a condução dos animais.


Existem também outras formas de condução, como por exemplo, a técnica nada nas mãos que é uma forma de trabalho conduzindo os animais não utilizando nenhum tipo de objeto nas mãos e entendendo o comportamento dos animais conduzindo-os utilizando a zona de fuga dos e ponto de balanço dos animais para uma condução mais ágil e assertiva com menos estresse que as conduções tradicionais.


Essas técnicas foram desenvolvidas pensando no comportamento animal para o manejo em currais e pensando no bem-estar, em não causar injúria aos animais, não agredi-los pra ter essa confiança e conforto animal e consequentemente causando maior rentabilidade no final do processo.


O médico veterinário da Currais Itabira, Eduardo Vargas, esclarece que “as bandeirinhas não são para cutucar os animais ou praticar alguma forma de agressão, são simplesmente para orientação da condução”.


Para que haja um bom resultado com o uso das bandeiras, é preciso conscientizar o manejador sobre como o animal se comporta, este profissional tem um papel importante durante a lida e um dos pontos principais para o sucesso da lida racional é conhecer o comportamento bovino, as fases de cada manejo e manter a observação constante do rebanho.


É preciso saber o movimento que o gado fará, desde adentrar ao curral até mesmo a condução para procedimentos de rotina na área de serviço, para que não haja gritos, não agitar muito as bandeiras, movimentos bruscos entre outros que podem tirar o animal da tranquilidade do manejo.