ENTENDA O QUE É UMA COMITIVA

Recurso muito utilizado pela pecuária durante o período de secas e cheias no Brasil



COMO É FORMADA

Uma comitiva é formada por um grupo de peões para transportar o gado de um lugar para outro, geralmente em períodos de enchentes ou secas, podendo também serem transportados somente de uma fazenda para outra por motivo de compra ou venda e até mesmo leilões.


Para iniciar o processo é necessário separar os bezerros das vacas para formar o agrupamento, e não é tarefa fácil pois o gado está acostumado com o ambiente e é preciso organizar o rebanho para seguir a viagem.


De acordo com a reportagem do Globo Rural, cada peão tem sua função. Na frente, fica o ponteiro, que mostra o caminho para o gado e determina a velocidade da marcha. Os fiadores ficam nas laterais para que os animais não fujam. E, atrás, vão os culatreiros, que não podem deixar nenhum animal para trás.


FATORES CLIMÁTICOS

Os fatores climáticos influenciam a formação de comitivas no Brasil, os períodos de seca e cheias são críticos para o gado, é quando eles precisam ser transportados para outros lugares, fora de seu ambiente de costume.


SECA

O inverno no Brasil é conhecido pelo período de seca, ocorre de abril a setembro, o Pantanal brasileiro por exemplo, está passando pelo período de estiagem, o que requer a transferência do gado para áreas onde tem melhores pastagens. Neste período é que formam-se as comitivas para retirar os animais de áreas de risco.


CHEIAS

O período de cheia no Brasil ocorre entre os meses de outubro a março e durante as enchentes as águas transbordam das calhas dos rios e avançam sobre os campos por meio de canais de drenagem, conectam lagoas, e formam amplas áreas alagadas contínuas no pico da cheia. Nessas ocasiões também podem ocorrer a formação das comitivas para transferência dos animais.


O veterinário da Currais Itabira, Eduardo Vargas ressalta que “mesmo nas condições de uma comitiva é preciso buscar promover uma lida gentil, evitando os maus tratos pois o gado está sob estresse por ter saído do ambiente natural. É importante na chegada ao destino aplicar cuidados de nutrição e hidratação, e se for possível em estruturas mais adequadas, como por exemplo, manejo em currais que promovam baixo stress.”


A travessia é cansativa e ocorre o desgaste físico, gerando estresse nos animais, por este motivo é importante mesmo em condições desafiadoras, buscar promover o bem estar animal.